top of page

Era ácido que me faltava

Era uma vez Joana, uma mulher de 38 anos que reclamava de azia, refluxo, arrotos, distensão abdominal e dor sempre depois de comer.


Ela foi no médico que lhe passou esses parentes do Omeprazol da vida (omeprazol, lanzoprazol, pantoprazol, etc) que são inibidores da bomba de prótons. Essa bomba de prótons é um mecanismo que faz o Hidrogênio e o Cloro se juntarem no estômago, formando o ácido clorídrico, responsável pela digestão.


A digestão da Joana piorou ainda mais!


Sempre que comia, Joana se sentia com a barriga mais inchada (distendida) e agora passou a ter ainda mais gases e com odor ruim. Sabe o por quê?


Porque Joana não tinha excesso de ácido clorídrico e sim falta dele, ou seja, Joana tinha HIPOCLORIDRIA.


Nesse caso, o tratamento correto não seria inibir ainda mais a produção do ácido clorídrico, mas sim oferecer ácido para melhorar a digestão.


Esse é um erro comum de se observar na prática clínica, que acontece quando não se tem uma visão funcional do paciente, quando não se conhece bem as causas dos sintomas.


Curtiu essa dica? Então, clica em Curtir ♥️ e compartilhe com seus amigos. Se você passou ou passa por isso, me conta sua experiência nos comentários.

dor de estômago, má digestão, indigestão, gases, gastrite, refluxo s
nutricionista volta redonda

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
bottom of page