Low Carb e Esporte: Será que Combinam?

Quando falo em esporte, falo em desempenho, em peformance, em levar o corpo no limite, a dar o seu melhor para atingir um resultado. Futebol, voleibol, ciclismo, corrida, judô, ou seja, modalidades que tem campeonatos, como nas olimpíadas. Ou seja, neste post, não estou falando de musculação, fisiculturismo, zumba, etc. Enfim, quando nos referimos ao Esporte versus Low Carb e Jejum Intermitente, essas estratégias não se aplicam. Low Carb e Jejum intermitente podem ser estratégias adotadas para atividades físicas que visam a estética corporal, como é o caso do fisiculturismo, dependendo da fase de treino em que a pessoa se encontra. Já para o esporte, onde temos a competição, o carboidrato é fundamental para o desempenho e performance máxima do atleta. Não é a toa que o aporte de carboidrato do atleta é aumentado alguns dias antes de competir. Nenhum atleta vai ganhar uma competição, uma maratona, um campeonato de volei com restrição de carboidrato ou em jejum. Nos casos, onde o atleta pratica um esporte de competição e precisa diminuir a quantidade de gordura corporal ou o peso corporal, o que se trabalha é a periodização nutricional, se escolhendo blocos de ingestão. Estudos mostram que o grupo de pessoas que faz a periodização nutricional tem mais diminuição de gordura, do que o grupo que restringe carboidrato. É a estratégia chamada de Sleep Low. Isso é nutrição esportiva, isso é performance, não é estética. O problema não é o carboidrato. É como você consome o carboidrato, de acordo com o seu estímulo de ganho. Pois no esporte nós buscamos a capacidade física.

Posts Em Destaque
Posts Recentes